meu cadastro | meus pedidos | cadastre-se

Escolas » Você sabe a diferença entre condutor ambiental e guia de turismo?

Trilhas em Florianópolis e a importância do condutor ambiental

Infelizmente é nas fatalidades que alguns temas vem à tona, como os perigos da realização de trilhas desconhecidas mau sinalizadas ou desacompanhadas de profissionais. Os inúmeros acidentes, ocasionando até morte em Florianópolis chamaram a atenção da mídia essa semana. Atividades na natureza fazem bem para o corpo e para a alma, nos fazem superar desafios e levam a paisagens quase que exclusivas. Apesar de ser uma delícia ser um desbravador, nem sempre a experiência é positiva e por isso vale o acompanhamento de quem conhece a fundo o local.

     Na capital catarinense há uma infinidade de caminhos e tem muita gente competente que tem formação em condução ambiental. O condutor ambiental em Florianópolis, é uma ocupação que trabalha forte a educação ambiental, mas de forma prazerosa, mostrando espécies que você pode comer na mata, fibras de plantas que viram redes de pesca, árvores que remetem lendas, espécies usadas na medicina, instrumentos musicais, enfim uma infinidade de espécies que passam despercebidas e muitos consideram um simples mato. O condutor conhece a fundo o caminho, as árvores são praticamente seu guia. Conhece cada situação de possível perigo e normalmente integra a comunidade ou interage muito bem com ela. Aliás, o profissional se apropria desses conhecimentos locais para embelezar ainda mais sua narrativa. E o condutor claro está ali para ser um protetor daquele ambiente natural, para gerar o mínimo de impacto e prezar pela segurança do visitante. “ Uma vez nos deparamos com uma caninana em uma trilha, eu sabia que era uma serpente não peçonhenta, isso trouxe uma tranquilidade ao grupo que conseguiu admirar um animal muitas vezes desprezado. Mesmo se fosse peçonhento estabelecemos uma distância segura, entendemos seu comportamento e isso muda a relação do visitante com o animal”, afirma Jaqueline Vargas, condutor ambiental e guia de turismo, da Ecoexperiências.

                                 IMG_1310

    Segurança é um ponto forte, já que eventualidades são mais comuns que imaginamos, como queda de pressão decorrente do calor, escorregões, então o primeiro socorro do condutor é fundamental para que não se torne algo mais grave. A própria identificação de animais peçonhentos e saber em caso de emergência o melhor socorro é algo que traz tranquilidade para o visitante. O condutor trabalha com prevenção e não tem quem não leve para sua vida toda uma experiência na natureza, assim cheia de conteúdo, com interação com comunidades e com segurança.

    E o guia de turismo pode fazer trilha? Sim, o guia de turismo é um profissional autorizado também, não tão direcionado para trilha, mas é fundamental portar sua carteira com data de validade em dia e expedida pelo Ministério do Turismo. Em Floripa infelizmente há muita gente com carteirinha falsificada, camiseta dizendo que é guia e não é, então exija no seu passeio um profissional com o crachá verdinho do Ministério do Turismo, que você sabe que não é ilegal. O condutor ambiental e o guia de turismo devem ter um trabalho complementar. Somente o guia é autorizado a acompanhar passageiros em veículos e orientar durante o trajeto. O que normalmente acontece é o guia acompanhar o grupo durante todo o dia e na trilha o condutor assumir, mas sempre com corresponsabilidade, são  profissionais que juntos podem enriquecer muito um passeio. Mas o mais importante é sempre que ambos estejam trajando sua credencial. Quem deseja ser condutor ambiental ou guia de turismo, pode aproveitar que são cursos gratuitos oferecidos pelo Instituto Federal de Santa Catarina, Campus Continente.

Existem agência especializadas em trilhas que trabalham só com guia de turismo credenciado e condutor ambiental, como a Ecoexperiências. Contrate um guia de trilhas em Florianópolis, o contato pode ser feito no turismo@ecoexperiencias.com.br ou WhatsApp (48) 9138.0951